sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Adoração verdadeira

3 textos de Paul Mizzi
Tradução livre: Felipe Sabino de Araújo Neto (Cuibá-MT)


ADORAÇÃO ESPIRITUAL

O que você entende por adoração espiritual? Eu baseio minha resposta no Catecismo Maior, como uma prazerosa linha de direção onde encontro o que diz respeito à verdadeira adoração espiritual, que é demandada do homem em primeiro lugar (tanto no Shemá como no primeiro do Decálogo).

Os adoradores espirituais, aquele tipo de pessoa que Deus procura para Si, podem ser hoje denominados como cristãos. Os não cristãos de forma alguma podem ou nem mesmo desejam adorar a Deus de acordo com os Seus requerimentos. Filipenses 3 diz que "nós somos os verdadeiros adoradores, que adoram a Deus em Espírito e não confiam na carne". "Nós somos a verdadeira circuncisão".

A verdadeira adoração começa em saber e reconhecer a Deus como o único Deus verdadeiro, e nosso Deus e Pai. Faraó não encontrou razão para obedecer ou adoração, "Eu não o conheço", retorquiu arrogantemente.
Nossa adoração deve ser de acordo com o ser de Deus e Sua revelação de Si mesmo. A adoração de acordo com os ditames da vontade do homem é condenada e inaceitável. Ela é chamada de "fogo estranho". Muitas pessoas podem parecer sinceras e zelosas, mas elas estão inventando formar de adoração, ao invés de se submeterem às diretivas de Deus. (Quando nos aproximados de um chefe de estado, há certos políticas estabelecidas para se observar; quão mais isto se aplica a Deus, o Rei dos reis!)

Os cristãos adoram melhor pensando sobre Deus, meditando sobre Ele, lembrando e O estimando altamente. Toda nossa vida é vivida "para Ele". Coram Deo (N.T: latim, "na presença de Deus"). Somos chamados para adorar, escolher, amar, desejar e temê-Lo.

As três virtudes cardinais da fé, esperança e amor devem ser direcionadas para Ele. Assim, devemos dar todo louvor e graça, e ainda mais, toda obediência e submissão, a Ele com todo o nosso ser. Em adorá-Lo, Deus Se agrada, pois isto Lhe é devido e nós nos entristecemos e nos desgostamos quando falhamos neste assunto tão fundamental.

A humildade e o nosso estado espiritual faz a nossa adoração possível. A mente colocada no Espírito é vida e paz (Romanos 8). Assim, o homem encontra a verdadeira satisfação ao se perder em maravilha, amor e louvor por seu Criador e Redentor.



ADORAÇÃO SOMENTE ATRAVÉS DE CRISTO

A Confissão de Westminster enfatiza a importante verdade de que a nossa oração deve ser oferecida a Deus através do Mediador apontado, Jesus Cristo. De outra forma, ela não é aceitável.

"O culto religioso deve ser prestado a Deus o Pai, o Filho e o Espírito Santo - e só a Ele; não deve ser prestado nem aos anjos, nem aos santos, nem a qualquer outra criatura; nem, depois da queda, deve ser prestado a Deus pela mediação de qualquer outro senão Cristo" (XXI:2).

Aqui estão umas poucas passagens da Bíblia que prova que não podemos adorar a Deus em Cristo agindo por nós como um Mediador.

1. Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo. 1 Pedro 2:5

2. Portanto, ofereçamos sempre por ele a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome. Hebreus 13:15

3. E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai. Colossenses 3:17.

4. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece. Filipenses 4:13.

5. Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. João 15:5.

6. Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6.

7. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. 1 Timóteo 2:5.

8. Porque por Ele ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito. Efésios 2:18.

Você está convencido? Se sim, qual o valor que você coloca nas religiões do mundo? Você considera a fé cristã como exclusiva? Cristo é o único real e eficaz Mediador para você?



A JÓIA PERDIDA

Eu concordo com a declaração de A.W. Tozer de que a adoração é "a jóia perdida das igrejas evangélicas". Tal declaração concernente à adoração não é simplesmente negativa; ela busca um arrependimento e uma reforma dos caminhos pelos quais nos temos desviado.

Num todo, e julgando de minha leitura e experiência, tanto no exterior, mas especialmente localmente, os cristãos não estão muito cientes de que o Pai está procurando por aqueles que O adorem em Espírito e verdade. Eles não são ensinados que a adoração é a "suprema prioridade", como o pastor John MacArthur Jr. a chama. E certamente ela é.

A adoração é expressa por termos como latrueô e proskuneô. O primeiro significa servir, prestar serviço ou homenagem religiosa. O último significa fazer mesura, reverenciar, (pros, para com, kuneô, beijar). Na adoração, o homem toma o seu devido lugar, com sua face no pó e Deus é reconhecido por aquilo que Ele é: o Criador, Preservador e Soberano Redentor de seu eleito. Quando Deus é confessado desta forma, nossa vida inteira, atitude, cosmovisão e perspectiva sobre todas as coisas serão radicalmente afetadas.

Talvez o Senhor tenha escondido o Seu rosto de nós e com isto, nos feito tropeçar; estamos apalpando na escuridão, multiplicando as atividades e correndo daqui para ali, pensando que estamos servindo a Deus. Mas Deus quer o sacrifício de nos mesmos antes de querer o que temos. O Todo-suficiente não necessita de nós: "Se eu tivesse fome, não to diria" (Salmos 50:12). Talvez pensemos que estamos fazendo um favor a Deus ao atendermos os serviços de adoração; e não percebemos que na adoração a Deus chegamos a conhecer melhor tanto Ele, como nós mesmos.

A igreja evangélica hoje sofre desta forma, penso, porque ela está muito mais engolfada no espírito deste século. Sendo homens de pequena fé, não "vemos" o Deus invisível. Assim, é somente "algumas vezes" que Deus nos surpreende com Sua presença, como Cowper expressou em versos.

Certamente necessitamos de reforma na igreja, antes de esperar por reavivamento. Temos nos afastado do padrão demonstrado para nós, como aqueles que adoram a Deus em Espírito e não confiam na carne. Necessitamos traçar nossos passos de volta às "antigas veredas".



*


sexta-feira, 12 de setembro de 2008


Print or Generate PDF

0 comentários:

Postar um comentário

Comentário









Certidão Criminal Negativa
Dicionário Bab.La