sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Meditações sobre o livro de Levítico

“Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas...” 2 Coríntios 4:18

MEDITAÇÕES SOBRE O LIVRO DE LEVÍTICO (Leia Levítico 25:1-19)

Deus, que deu o sábado ao homem, está também atento à Sua criação. A cada sete anos, todo o trabalho na terra precisava ser interrompido para que a terra descansasse. E a cada sete vezes sete anos, no qüinquagésimo ano, o som da trombeta seria ouvido em Israel anunciando o Jubileu, a restauração de todas as coisas. Em conseqüência, em cada transação comercial, em cada propriedade vendida, tinha de se tomar em consideração a data do próximo Jubileu, o qual devia sempre ser lembrado. Queridos filhos de Deus, essa trombeta cujo som todos os israelitas — especialmente os oprimidos — aguardavam, sem dúvida nos faz lembrar da última trombeta que anunciará a descida do Senhor do céu para reunir os que lhe pertencem (1 Coríntios 15:52).

Sim, o Senhor está vindo; não esqueçamos disso! Vivamos nesta expectativa. Vamos dar às coisas deste mundo seu valor relativo. Elas têm um caráter passageiro; desfrutaremos delas apenas por um tempo. Fixemos nossos olhos além, nas coisas que não se vêem, mas que são eternas (2 Coríntios 4:18). Que todas as nossas decisões, nossos projetos, tudo o que nos satisfaz, bem como nossas provações, sempre estejam rotuladas "por um tempo" sob a luz de nossa gloriosa esperança.

Fonte:
Ministério Chamada


*


sexta-feira, 7 de novembro de 2008


Print or Generate PDF

0 comentários:

Postar um comentário

Comentário









Certidão Criminal Negativa
Dicionário Bab.La