terça-feira, 4 de novembro de 2008

Vida na morte



"Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos." Mateus 22:32

VIDA NA MORTE

Pensar sobre a morte causa um sentimento muito desconfortável na maioria das pessoas. A morte é inevitável. Todos sabem que um dia morrerão, mas ninguém sabe quando nem como. Um provérbio russo diz: "A morte é um gigante perante o qual até o czar terá de se dobrar." Os jovens em particular lutam para eliminar da mente a idéia de morrer. Um poeta exclamou: "O idoso tem a morte diante dos olhos, mas são os jovens que a carregam em suas costas".

Há pouco tempo, eu estava contemplando a sepultura de um jovem. Ele tinha 21 anos e era recém-casado. A esposa dele mal podia acreditar no que acontecera. Uma doença fulminante tinha acabado com a vida dele de maneira repentina e inesperada.

A morte é como o ar que nos rodeia. Ela causa uma sensação opressiva. No entanto, existe uma gloriosa mensagem mesmo em face da morte. A Bíblia não fala da morte como simplesmente o fim de nossa alegria e esperança no mundo. Ela também mostra que há pessoas que devem morrer para poder viver. Para tais indivíduos, a vida eterna com a segurança da glória que a acompanha é muito superior à vida terrena; e a morte perde suas sinistras implicações. Quantos mártires cristãos deram provas convincentes disso! Eles não se desesperavam nem se revoltavam; tinham consolo e encaravam o fim de suas vidas com serena paz.

Essa é a verdadeira esperança cristã. Todos os que nasceram de novo sabem que a vida eterna não lhes será tirada pela morte física. Esse conhecimento não é uma esperança difusa, nem um sinal de ansiedade disfarçada de esperança: é uma convicção – a realidade disso se baseia no fato de que foi Deus quem falou, o Deus que "não pode mentir, prometeu antes dos tempos dos séculos" (Tito 1:2).


Fonte: Ministério Chamada da Meia-Noite

- Mais detalhes de como se obter a segurança da salvação, acesse a postagem: “A principal pergunta: Como me torno um cristão?"



*


terça-feira, 4 de novembro de 2008


Print or Generate PDF

0 comentários:

Postar um comentário

Comentário









Certidão Criminal Negativa
Dicionário Bab.La