terça-feira, 14 de julho de 2009

Será que perdi tudo?

Na angústia, invoquei ao SENHOR e clamei ao meu Deus; desde o seu templo ouviu a minha voz e aos seus ouvidos chegou o meu clamor perante a sua face (Salmo 18:6).
Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo (Filipenses 3:7).


SERÁ QUE PERDI TUDO?


Em um vagão de trem, alguns passageiros “consertavam o mundo”, propondo fazer diversas coisas. Uma idosa muito simples escutava com interesse. Um deles se voltou para ela e perguntou: – O que a senhora acha disso?

Ela respondeu com sotaque estrangeiro: – Sabe de uma coisa? Eu perdi tudo. Em outros tempos, em meu país, era rica e estava cercada pelas pessoas que amava. A guerra civil acabou com tudo. Há muitos anos vivo em terra estrangeira. Para viver decentemente, tenho feito limpeza em casas. Mas não me queixo de nada. Em minha solidão encontrei Deus. Agora conheço Jesus. Durante minha prosperidade nunca fui verdadeiramente feliz nem satisfeita. Jesus me deu essa felicidade.

O silêncio caiu sobre o grupo. De fato, é útil pensar sobre as mudanças da vida: hoje se desfruta do bem-estar, amanhã talvez seja a hora de conhecer o sofrimento, a doença, a dor e a pobreza. Mas o infortúnio não deve matar a esperança. Porque a felicidade duradoura não está nos bens materiais, passageiros e instáveis, nem na prosperidade política, por mais importante que ela seja para uma sociedade. Ela está em Jesus, que concede paz e contentamento, satisfação e alegria, independente das circunstâncias exteriores.
Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre” (João 7:38).


Fonte:
Ministério Chamada

- Você é um cristão de acordo com a Bíblia? Assegure-se acessando a postagem: “
A principal pergunta: Como me torno um cristão?"



*


terça-feira, 14 de julho de 2009


Print or Generate PDF

0 comentários:

Postar um comentário

Comentário









Certidão Criminal Negativa
Dicionário Bab.La