quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Fé e coragem


"Também sabemos que o Filho de Deus é vindo e nos tem dado entendimento para reconhecermos o Verdadeiro; e estamos no Verdadeiro, em seu Filho, Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna." I João 5:20


Fico meditando... Há algumas pessoas na face da Terra com ideais. Pessoas realmente bem intencionadas que se engajam em lutas, muitas vezes perigosas, no intento de melhorar a vida de seu próximo. Alguns ideais vislumbram benefícios concretos como saúde, educação, saneamento básico, todos muito justos, mas com prazo de validade determinado: até a morte do beneficiado. Outros, porém, enxergam mais além, e desejam não só melhorar a vida aqui na Terra, mas almejam proclamar ao Senhor Jesus Cristo como Salvador, e assim mostrar na Bíblia o caminho ao céu proposto por Deus.

Certamente foi um propósito desses que moveu Rita Stumpp (26 anos) e Anita Gruenwald (24), alemãs, e Eom Young-sun (33), sul-coreana, para deixarem a terra natal confortável de primeiro mundo, e irem para o Iêmen. Colaboradoras em um hospital em al-Jumhuri (Rita e Anita, enfermeiras), as três foram a um piquenique na província de Saada com um grupo de outros estrangeiros (cinco alemães e um inglês), os adultos crentes, quando todos foram sequestrados. Isso ocorreu no dia 12 de junho desse ano, e três dias depois os corpos das duas alemãs e da sul-coreana foram encontrados em el-Nashour, no norte do Iêmen.

As três agora desfrutam da glória celeste, na compania dAquele a quem serviram em vida, o Senhor Jesus Cristo. Certamente sofreram muito, pois suas mortes foram violentas (Maggie's notebook), mas hoje estão consoladas de suas lutas e aflições. Entretanto, a família Hentschel - Johannes, Sabine e as três crianças Simon (1), Anne (3) e Lydia (5), como também o inglês de nome desconhecido continuam desaparecidos. Podem ainda estar vivos, e sofrendo muito na mão de seus sequestradores.

Segundo a
Folha On-Line, para o governo iemenita, o sequestro é obra do grupo grupo tribal chamado Houthi, pertencente a uma seita xiita muçulmana. O grupo negou a acusação. Há suspeitas também de que a rede terrorista Al Qaeda seja a autora da ação. De qualquer maneira, o Iêmen é um país intolerante ao cristianismo. Há leis que proíbem a conversão para qualquer outra religião, que não o islamismo.

Se ainda vivos, que o Senhor Deus liberte a família Hentschel e o inglês cristão. Que o governo do Iêmen tome todas as providências que estiverem ao seu alcance para desvendar o paradeiro desses reféns. E convoco os crentes a orarem por eles, e por seus familiares, que devem estar muito aflitos sem notícias.

Fonte: The Voice of the Martyrs


, ,

quarta-feira, 28 de outubro de 2009


Print or Generate PDF

0 comentários:

Postar um comentário

Comentário









Certidão Criminal Negativa
Dicionário Bab.La