sábado, 2 de janeiro de 2010

Termo de Compromisso de um Pastor




"Fiel é esta palavra: Se alguém aspira ao episcopado, excelente obra deseja."
I Timóteo 3:1

Ao olhar as imagens acima, e comparar com a verdade expressa no versículo bíblico, é de se pensar na seriedade que essa profissão de Pastor tem. Sendo o próprio Senhor Deus, Aquele que inspirou a carta para Timóteo, O que afirma que essa é uma obra excelente, Ele mesmo poderá capacitar os candidatos a essa nobre missão.

Uma ferramenta que poderá ajudar os pastores a terem uma definição mais clara de sua missão é um Termo de Compromisso. Nesse documento, a igreja pode expressar seus valores e suas prioridades, e de certa forma, se precaver de eventuais desvios de conduta ou mesmo decisões erradas que esse ministro de Deus poderá vir a tomar.

Tomando-se como exemplo uma igreja nos moldes congregacionais, segue uma lista de determinações:

TERMO DE COMPROMISSO

Eu, Fulano de Tal, brasileiro, casado, RG nº ..., CPF nº ..., estou ciente de que, ao assumir o pastorado da Igreja .... declaro concordar com os seguintes termos:

1) Creio, confesso e aceito que a Bíblia é a Palavra de Deus, a única e infalível regra de fé e prática para o crente;

2) Aprovo, sustento e obedeço à forma de governo, ordem e doutrina adotada pela Igreja ...., conforme seu Estatuto, Regimento Interno e Confissão de Fé;

3) Se um dia eu estiver convencido a adotar doutrinas e práticas eclesiásticas diferentes - considerando o Estatuto, Regimento Interno e Confissão de Fé mencionados acima -, renunciarei ao ministério em uma saída pacífica, sem divisão ou contenda, resguardando ao máximo a unidade do Corpo de Cristo que se congrega na Igreja ....;

4) Comprometo-me a respeitar, proteger e resguardar as normas do Estatuto e Regimento Interno, e caso eventualmente alguma atualização seja necessária, seguirei os pressupostos previstos para uma atualização processual, conforme já determinado nesses documentos;

5) Estou disposto a trabalhar em parceria com o Conselho de Oficiais (Pastores Auxiliares e Diáconos), consciente de que este grupo - eleito e aceito pelos membros da Igreja .... - é representativo dos valores e desejos dessa igreja. Dessa forma, aceitarei com humildade os casos que a minha ideia não prevalecer.

6) Comprometo-me a acatar as decisões deliberadas pelo Conselho de Oficiais, independentemente das minhas preferências, e também guardar sigilo absoluto a respeito da dinâmica das discussões. Até minha esposa e familiares não devem tomar conhecimento do conteúdo e dos encaminhamentos das questões do Conselho de Oficiais.

7) Em caso de adultério, desvio de recursos ou outras condutas morais reprováveis desse nível, sei que devo renunciar ao ministério imediatamente.

8) Prometo promover e manter a paz e a unidade da igreja, submetendo-me à sua autoridade e governo, sendo fiel e diligente nos meus compromissos adornando a profissão do Evangelho por minha conduta.

Assino o presente termo, em sã consciência e de livre vontade, e para isso empenho minha palavra, minha honra, meu nome e meu ministério.

Cidade-Estado, XX de abril de 20XX.


________________________________________
Assinatura


Inspirado no Termo de Compromisso de Obreiro da AICEB Região Amazônica, vide link


sábado, 2 de janeiro de 2010


Print or Generate PDF

0 comentários:

Postar um comentário

Comentário









Certidão Criminal Negativa
Dicionário Bab.La