segunda-feira, 30 de março de 2015

Sacudir bebês pode causar lesões cerebrais e deixar sequelas


Com mais de 80 mil compartilhamentos no Facebook, um alerta lançado pelo Corpo de Bombeiros do Distrito Federal vem deixando pais atentos sobre os riscos de balançar crianças durante brincadeiras sem proteger-lhes a cabeça. A "síndrome do bebê sacudido" ocorre quando o ato de sacolejar os pequenos causa lesões em tecidos cerebrais (hemorragias ou edemas), o que pode deixá-los com sequelas.

O problema é mais comum entre bebês de até 1 ano, especialmente entre 5 e 9 meses. Segundo a pediatra Josineide Ramos, do Hospital Adventista Silvestre, na maioria dos casos, a síndrome do bebê sacudido se origina de episódios de violência, sobretudo quando se quer calar o choro da criança. Mas qualquer movimento que faça a cabeça pender para frente e para trás é perigoso.

— A lesão pode ser pequena, passar despercebida na hora e as consequências virem com o tempo, como déficit de aprendizado — diz Josineide.

Em situações graves, ou seja, quando o dano cerebral é maior, a criança apresenta alterações de comportamento — em geral, nas seis primeiras horas após o sacudimento —, o que pode incluir vômitos, perda de consciência, sonolência excessiva e convulsões.
De acordo com o pediatra Antonio Carlos Turner, coordenador da pediatria do Hospital Balbino, pequenos com suspeita de síndrome do bebê sacudido devem ser levados ao médico e reavaliados nos dias seguintes.

— Sacudir o bebê também traz risco de lesões na região cervical da coluna, o que pode deixar sequelas de paralisia — diz o especialista.


Fonte: Extra.Globo.com

,

segunda-feira, 30 de março de 2015


Print or Generate PDF

0 comentários:

Postar um comentário

Comentário









Certidão Criminal Negativa
Dicionário Bab.La